ESPECIALISTAS DÃO DICAS PARA TORNAR A APRENDIZAGEM MAIS PRAZEROSA

Publicado em 15 de junho de 2015 Unificado Med

O sofrimento do estudante é que ele não sabe estudar. A sentença é do preparador mnemônico (a palavra tem a ver com técnicas que ajudam na memorização) Renato Alves, autor do livro Não Pergunte se Ele Estudou (Humano Editora).

Há anos ajudando candidatos a concursos, alunos do Ensino Médio e quem está se preparando para enfrentar alguma prova, ele aposta que as pessoas gostam de estudar, mas aprendem a não gostar. Isso porque não estudam direito, não têm métodos e acabam encarando as tarefas como um martírio.

— Todo estudante precisa de um método de estudo, mas nem sempre isso é ensinado na escola. Quando a pessoa não sabe estudar, ela cria resistência, diz que odeia matemática, odeia a professora de química... — diz Alves.

Essa dificuldade de aprender a aprender motivou o economista Claudio de Moura Castro a pesquisar o tema e montar um manual básico para quem quer saber estudar. São dados, pesquisas e técnicas que ajudam a dar eficiência à busca por conhecimento. Ex-professor de instituições como a Universidade de Brasília (UnB) e a Fundação Getúlio Vargas, Castro aponta, além da falta de método identificada por Alves, a quebra do círculo vicioso em que se estuda errado, aprende-se pouco e frustra-se muito como ponto chave. A ansiedade de compreender tudo de uma vez só também contribui para um processo ineficaz de aprendizagem.

— Você tem de dar intervalo para esquecer e, depois, fazer força para lembrar. Nesse processo, o aprendizado é consolidado. É como vinho: o conteúdo precisa envelhecer na sua cabeça — ensina.

Trocando em miúdos, aprender de fato, segundo os especialistas, requer organização, revisão e compreensão, senão, tudo não passará de um esforço para a decoreba de palavras. Entre as técnicas que ajudam a memorizar, está anotar o que se aprende. Não é colocar no papel tudo aquilo que o professor fala em sala de aula ou copiar o que está em um livro.

— Quando falamos em anotar, é sobre o ato de selecionar. Você depurou o conhecimento e precisa decidir o que é importante. Esse esforço de separar o que é importante é a essência do aprender — diz Castro, autor do livro Você Sabe Estudar? (Editora Penso).

Voltar